Caio Fernando Abreu

Quanto à mim, aconteceram — ah! — algumas tragédias do coração. Diálogos ridículos (…). Tomei um porre de vinho, tiveram que me trazer em casa. Chorei a noite toda, dei vários telefonemas desesperados. Só me puteio por ter me enganado outra vez. Mas gosto de perceber que as dores são cada vez mais rapidamente superadas.

Em Carta para Luciano Alabarse

Comentários