Khalil Gibran

O amor não conhece a sua própria intensidade até a hora da separação.

Comentários